Amazon MP3 Clips

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Fogo Estranho No Altar

Deus em sua Palavra nos revela a maneira que devemos fazer todas as coisas, de forma que lhe agrade. Ele deu a Moisés o modelo do tabernáculo, o qual devia fazer conforme a tudo que Deus tinha revelado; Moisés não tinha permissão para modificar o projeto de Deus para o tabernáculo. Dentre outras coisas estabelecidas, havia a orientação da maneira como se deveria usar o altar para queimar incenso (Ex.30:1-9). Certo dia, os filhos de Arão foram até ao altar de incenso e ofereceram "fogo estranho" (Lv.10:1). Não sabemos o que realmente eles fizeram de errado, mas a verdade é que eles sabiam o que deveriam fazer, e não fizeram, e por isso sofreram a consequência de seu pecado.
Em Cristo fomos chamados à oferecer sacrifícios de louvor, tanto através de nossos lábios como pela nossa maneira de viver. Em tudo devemos honrar e glorificar a Deus. Mas parece que algumas pessoas, principalmente aqueles que são conhecidos como "ministros de louvor", "adoradores" etc, estão usando da liberdade em Cristo de uma maneira que não tem edificado a igreja. Muitas modas tem surgido através destas personalidades, desde a imitar animais e atribuir isso a unção do Espírito Santo. Falta discernimento tanto para eles, como para aqueles que os "idolatram". Existem várias formas de louvar-mos ao Senhor, mais no Novo Testamento encontramos a orientação de como devemos fazer todas as coisas. Em I Co.14:40 aprendemos que devemos usar nossos dons, com ordem e decência, e no mesmo capítulo Paulo nos exorta a ter cuidado com os que estão de fora. Muitas práticas "cristãs" tem escabdalizado muitas pessoas e as afastado de Cristo. O vídeo aqui postado mostra a Ana Paula Valadão levando mulheres a um estado emocional descontrolado, falando em línguas e as interpretando ao mesmo tempo (este não é o modelo ensinado por Paulo em I Co.12 e 14).



Quero enfatizar que o culto cristão deve ter como base a PALAVRA DE DEUS, só ela é inspirada e proveitosa, só ela tem poder para nos moldar a imagem e semelhança de Cristo. O papel da igreja e de cada crente é adificação mútua, e não choro, delírio, línguas estranhas e desabafos que não produzem mudança alguma em direção à Cristo. Não devemos ser influenciados por pessoas, por modelos de cultos ou formas de ser igreja, copiando métodos de outros. Gosto das músicas do D.T., e algumas tem letras maravilhosas, outras nem tanto. Não estou criticando a Ana P. como pessoa e sim as esquisitices que ela e tantos outros tem feito, trazendo confusão ao povo de Deus. Talvez você questione minha posição dizendo que não posso julgar o coração destas pessos. Concordo! Mas existe uma forma de fazer as coisas para Deus. Ou será que Deus aceita qualquer coisa de nossa parte, apenas por acharmos que estamos sendo sinceros? Adoração que agrada a Deus é aquela que edifica o corpo de Cristo e que não traz escândalo para os de fora.
Pr. Daniel Barros

Nenhum comentário: